23 julho 2012

Casa para trabalhadores rurais “Minha Casa Minha Vida Rural”


Quem num sonha em ter uma casa própria? No meio urbano muitos estão realizando este sonho com ajuda do programa “Minha Casa, Minha Vida”.
Trabalhadores Rurais também podem realizar o sonha de ter uma casa nova. A mais de um ano Nilson Sérgio Pereira vem trabalhando em busca de informações para ajudar a tornar realidade, o processo é um pouco demorado, são vários os detalhes, é preciso tempo e dedicação. O assunto meche com a expectativa das pessoas.
Os recursos são liberados pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, é necessário juntar uma lista de documentos da pessoa interessada que enquadre nas regras do programa, o primeiro documento é a DAP –(Carta de Aptidão ao Pronaf) com renda bruta anual de 15.000 reais.
O trabalhador ou trabalhadora rural que interessar, deve procurar o sindicato para maiores informações juntar a documentação exigida pelo programa.O valor é de R$25.000,00 para a construção da casa e terá que pagar o valor de R$2000,00 parcelado em até 4 anos, a contra partida do trabalhador ao programa.
Para que a construção das casas se torne realidade, é preciso que os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, Associações de produtores, Cooperativas ou prefeituras executem o programa.
Em Divinópolis a construção das casas para os trabalhadores rurais esta próxima de acontecer.Nilson já está buscando parcerias para realizar o projeto, em breve serão abertas as inscrições.
No dia 17 de julho de 2012 uma visita foi realizada ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arcos e na prefeitura onde já é realidade e foram construídas e entregues 10 casas e estão iniciando mais 40.
Segundo o presidente do sindicato, Criolo, as parcerias são fundamentais para que as construções aconteçam na melhor forma possível, a prefeitura é uma das principais parcerias, entra com a mão-de-obra, engenheiro e assistente social.
Edilson Carlos de Souza e Nilson além de buscar informações a respeito também visitaram as casas já construídas e resididas pelos trabalhadores rurais.
Um dos critérios para receber a casa é ser trabalhador rural, em Arcos usaram um dos o critérios, ser jovem, morar na roça, atender primeiro as pessoas que estão começando a vida.
Nilson, quando presidente do conselho particular de Nossa Senhora da Piedade de Buritis da sociedade de São Vicente de Paula, conduziu a construção e reforma de várias casas, tudo com doações e mutirões, muitos sonhos realizados.
Agora mais uma oportunidade, desta vez em todo município de Divinópolis, São Sebastião do Oeste e Pedro do Indaiá, muitas pessoas poderão ter o sonho da casa própria e nova. O interesse em ajudar as pessoas, a coragem, ousadia, a dedicação, faz parte da personalidade do jovem Nilson que está conseguindo com seu jeito de trabalhar,buscar e trazer oportunidades para melhorar as condições de vida de muitos agricultores familiares. O trabalho em conjunto, as parcerias têm possibilitando chegar até os agricultores às políticas conquistadas através das lutas sindicais. É obrigação e dever das entidades que representa os agricultores lutar e fazer acontecer de fato e de direito os benefícios e as oportunidades. É a realidade do campo sendo mudada para melhor e valorizada, novo horizonte ao povo do campo.


Fotos das casas construídas em arcos pelo Sindicato através do programa
“Minha Casa, Minha Vida Rural”





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário